Os desejos por de trás dos 18 anos

Quando se é adolescente, se nutri uma imensa expectativa em torno dos dezoito anos. Que é a idade considerada “de maior”.

A grande utopia criada na nossa cabeça de adolescente é a de que vamos sair de casa. Essa utopia vem companhada de: “sou de maior”, “sou dono do meu nariz”, “posso fazer o que eu quiser” e blábláblá.

Devo dizer o quão decepcionante foi completar os dezoito anos e não ter saído de casa? De não ser dona da porcaria do meu nariz? De não ter poder de decisão em absolutamente nada?

É engraçado como a nossa cabeça funciona quando somos adolescentes. Tudo é incrivelmente fácil. Tudo tem uma solução mágica, perfeita e instantânea. Somos os grandes donos da verdade.

[pausa para a risadinha de deboche]

Hoje eu vejo o quanto eu era inocente e sonhadora e penso: “Dezoito anos? Grande bosta…”

Completar dezoito anos não significa na-da. Se você não trabalha e não tem o seu próprio dinheiro, os seus dezoito anos não passarão de um ano a mais na sua vidinha. Ponto.

Esse pensando de sair de casa normalmente é alimentado devido aos problemas de família. Família é algo bastante complicado mesmo. E é extremamente difícil achar uma família que não tenha problemas. Em que todos coexistam em perfeita harmonia.

Eu não sei qual é o melhor conselho para aguentar as situações problemáticas dentro de casa. Depende do problema. Depende da situação. E depende da forma como você encara tudo isso.

Meu conselho é o mesmo que dei no post de “Somos uma colcha de retalhos humanos“. Viver um dia de cada vez. Temos que costurar as feridas e seguir em frente. A independência vem com o tempo. Não há como simplesmente apressar tudo.

Pensamentos como “vou fugir de casa”, “vou desistir dessa vida e cortar os pulsos” já passaram pela cabeça adolescente de alguns.Mas hold on! Existe uma alternativa mais inteligente: estude. Termine a escola, faça uma faculdade e aproveite as oportunidades que aparecerem. É dessa forma que você vai conquistar a sua independência.

Com dezoito anos, você é apenas um adolescente ainda. Não crie grandes expectativas em ser um adulto. Viva uma fase de cada vez. Aproveite os seus dezoito anos porque por incrível que pareça, eles passam muito rápido.

Anúncios

Um comentário sobre “Os desejos por de trás dos 18 anos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s